A Eau Thermale Avène responde às suas perguntas

A pele e o eczema

A Eau Thermale Avène responde às suas perguntas

Quando a pele reage em excesso, gera prurido, incomoda ou dói, como pode ser aliviada? Como encontrar alívio? 10 perguntas para a Dra. Ariadna Ortiz-Brugués, dermatologista e diretora de saúde da marca Eau Thermale Avène, e Joëlle Nonni, chefe dos workshops de formação sobre a saúde da pele no Centro de Hidroterapia Avène.

As suas perguntas

É possível que seja o caso do eczema atópico, uma doença de pele inflamatória que normalmente começa na primeira infância. Aparentemente, esta dermatite está associada a predisposições genéticas que afetam a barreira cutânea. Tornada mais permeável, a pele permite que vários alergénios ambientais passem para o corpo, fazendo com que o sistema imunitário reaja em excesso. Mas existe outro tipo de eczema (o eczema de contacto ou a dermatite de contacto) que ocorre sem qualquer predisposição genética quando a pele entra em contacto direto com uma determinada substância alergénica.

O eczema atópico e o eczema de contacto apresentam, aproximadamente, os mesmos tipos de lesões cutâneas: vermelhidão, irritação, pele seca (xerose), prurido grave e, por vezes ressudação. No entanto, ao contrário do eczema de contacto, o eczema atópico não é desencadeado por um único fator geralmente identificável, mas por vários fatores ambientais e endógenos. É um problema crónico que tende a surgir e a desaparecer.

O eczema atópico não se traduz necessariamente em alergias, mas está frequentemente associado a um cenário alérgico e, por conseguinte, a um risco acrescido de alergias alimentares, rinite alérgica ou conjuntivite. Portanto, deve tentar evitar ambientes alergénicos (com poeiras, penas, pelos de animais de estimação, etc.).

A gestão do eczema é altamente codificada e as soluções terapêuticas variam em função da gravidade dos sintomas: secura, vermelhidão, prurido, descamação, etc. Em todos os casos, a aplicação diária de um emoliente é o primeiro passo no cuidado da pele com tendência para eczema atópico. Reduz a secura intensa da pele e acalma as sensações de prurido. No caso de um surto, a prescrição de corticosteroides tópicos continua a ser o tratamento padrão para cuidar da inflamação.

O eczema é frequentemente causado por vários fatores, mas a ansiedade e o stress podem ser desencadeadores de irrupções e prurido. Dê prioridade à atividade física, se puder, à leitura, à música, à respiração abdominal, etc. Pratique relaxamento e atividades que aprecie.

O cuidado diário pode tornar-se tedioso com o tempo, especialmente à medida que o problema da pele melhora. No entanto, é importante perseverar. Manter a pele hidratada é um dos métodos mais simples e eficazes de reforçar a função de barreira e, assim, reduzir a secura e aumentar o intervalo entre surtos.

Muitas vezes, não percebemos que estamos a coçar e é difícil resistir. Por conseguinte, é importante identificar estes momentos e encontrar alternativas adequadas. Há alguns truques para desviar a sua atenção: manter as mãos ocupadas, coçar um objeto como pequenas bolas texturizadas para os mais pequenos, brincar com os dedos, coçar o lado de velcro costurado num peluche ou as zonas de pijama. Para evitar arranhões, cortar as unhas curtas e usar luvas de algodão ou seda (se toleradas) à noite também podem ser soluções. Para as crianças, até se criam fantoches.

O banho tem vários benefícios: limpa, relaxa e prepara a pele para a aplicação de emolientes. No entanto, deve reduzir a frequência dos banhos e limitar a sua duração a um máximo de 10 minutos porque a água dura seca a pele e, portanto, estimula a irritação e o prurido. Opte por duches rápidos de 5 minutos por dia. A temperatura da água não deve exceder os 34 °C para evitar a reativação da inflamação. Seque-se suavemente com uma toalha para não reacender a sensação de comichão.

O frio pode aliviar eficazmente o prurido. Pode utilizar ervilhas congeladas dentro de um saco personalizado, um saco de refrigeração ou pedras guardadas no frigorífico, desde que não as coloque diretamente sobre a pele, especialmente se já estiver danificada. As aplicações diárias de compressas embebidas em água termal nas áreas que necessitam de ser acalmadas também são muito eficazes e traduzem-se numa oportunidade para relaxar.

Aplique um bálsamo hidratante antes de dormir e mantenha um emoliente e o Spray de Água Termal à mão. Certifique-se de que cria uma atmosfera relaxante, por exemplo, com iluminação fraca e música suave. Não cubra demasiado a pele e mantenha a divisão a uma temperatura de 18 °C.