Uma gota de água de nascente

O BLOCO DE NOTAS DE ESPECIALISTA

A pele masculina

A PELE MASCULINA EM DESTAQUE

A pele do homem é diferente da pele da mulher em certas características específicas. Cuidar dela todos os dias com produtos adequados acalma e protege a pele ao mesmo tempo que proporciona um momento de bem-estar.

 

Os homens e as mulheres continuam a não ser iguais…

A pele dos homens não é a mesma que a das mulheres. Há tantas diferenças significativas. Os mecanismos envolvidos são extremamente complexos. No entanto, há alguns pontos importantes a lembrar.

Características da pele masculina

  • Espessura: a pele masculina é cerca de 25% mais espessa do que a feminina. É muito menos “frágil”.
  • De facto, as “rugas” são menos rápidas. Mas, quando aparecem, tendem a ser mais pronunciadas e mais profundas.

Envelhecimento: a pele feminina mostra alguns sinais de aviso logo aos 25 anos de idade, enquanto a pele masculina não requer preocupação até aos 30 anos. Por outro lado, quando chega o envelhecimento, acontece muito mais brutalmente…

Hormonas: mais saturada com androgénio do que estrogénio, a pele masculina segrega mais sebo. Por conseguinte, requer cuidados diferentes da pele feminina.

Secura: seja inata, seja adquirida, a pele dos homens e das mulheres é frequentemente seca. Tornou-se mais comum devido aos estilos de vida, especialmente em áreas urbanas (stress, poluição, ar condicionado e aquecimento excessivo), mas também devido ao clima e à falta de proteção (frio extremo ou sol forte).

Questões pontuais e comuns

Alguém disse “foliculite”?

A foliculite é uma inflamação da pequena “bolsa” que contém a raiz do cabelo e que é atacada por um micróbio (frequentemente Staphylococcus aureus) ou por um fungo.

Aparece como pequenas borbulhas vermelhas e inflamadas que, muitas vezes, se acumulam no pescoço…

Felizmente, sabemos como evitá-la e, quando aparece, podemos livrar-nos dela com produtos, se necessário…

A máquina de barbear…

Considerada inofensiva, a utilização de uma máquina de barbear envolve uma boa preparação. Em particular, tem de garantir que o pelo está levantado e endurecido de antemão. Portanto, revela-se essencial prevenir e tratar os pelos encravados, desagradáveis e inestéticos.

… … e a maravilhosa lâmina mecânica!

Esta tarefa masculina é uma fonte de muitos incómodos. O “barbear mecânico” é uma fonte de irritação, cortes, pele repuxada, vermelhidões, arranhões… tantos meios de entrada para micróbios maliciosos.

No entanto, continua a ser utilizado, pois é a única coisa que proporciona o barbear “perfeito”.

Daí a importância dos cuidados da pele antes, durante e após o barbear.

 

Algumas dicas

Felizmente, existem produtos de cuidado da pele “multifuncionais” que, na mesma formulação, ajudam a hidratar a pele e a protegê-la (do sol, por exemplo). Os cuidados também podem ser hidratantes e reparadores ao mesmo tempo (por exemplo, bálsamo aftershave).

É importante escolher cuidadosamente o creme, a espuma ou o gel de barbear que utiliza porque cada um deles tem uma ação “dinâmica” muito específica. A escolha deve ter por base a sua pele. Para o próprio bem-estar dela.

O nosso especialista responde às suas perguntas

Viver melhor com pele sensível

Sim, a pele dos homens tem algumas características específicas que justificam cuidados à medida:
É mais espessa.
É mais firme e mais elástica.
Segrega mais sebo.
Tende a crescer-lhe mais cabelo.

Esta tarefa diária é abrasiva para a pele. Mecânico ou elétrico, o barbear destrói parcialmente a película hidrolipídica, resultando numa perda da proteção natural da pele.

Os pelos encravados são um problema muito comum. Estão em jogo dois fatores, de importância variável:

* Corte do pelo demasiado curto, abaixo da epiderme, com penetração secundária “transfolicular” da derme.
* Pelo demasiado comprido e que volta a entrar na pele através da penetração “extrafolicular”, numa curta volta externa.

Aplique um produto específico à noite nas zonas sensibilizadas. De manhã, utilize um gel de barbear com uma textura envolvente e uma espuma densa e cremosa para a pele mais exigente. Depois, aplique um aftershave rico ou leve, dependendo de ter pele seca ou normal a pele mista.

Sim. Se ocorrer uma infeção secundária, o folículo pilossebáceo é afetado. A bactéria é, geralmente, Staphylococcus aureus. Para tratar:

* Lave cuidadosamente as mãos e o rosto antes de fazer a barba.
* Barbeie bem e utilize uma lâmina nova de cada vez.
* Aplique antisséticos ou antibióticos locais à noite após a lavagem e de manhã após barbear.

Para facilitar o barbear, prepare a sua pele humedecendo-a com água morna. Aplique espuma, gel ou creme de barbear, dependendo do tipo de barba. Enxague bem a pele e seque. Utilize um aftershave para acalmar a vermelhidão causada pela lâmina, regenerar os tecidos danificados pela lâmina e reduzir o risco de bactérias. Não se recomenda a utilização de produtos que contenham álcool após o barbear.

Cada uma das texturas é concebida para um tipo específico de pele e barba.
A textura cremosa e leve da espuma é adequada para todas as peles sensíveis e barbas normais.
O gel, com a sua textura densa e cremosa, destina-se a peles com imperfeições e é adequado a todos os tipos de barba.
A textura suave e cremosa do creme de barbear, aplicado com um pincel, é particularmente adequada para peles sensíveis e barbas ásperas.

Os nossos cuidados adaptados à pele masculina

Os nossos cuidados adaptados à pele masculina

Descubra