Especialistas da pele

Hiperqueratose

Hiperqueratose

A hiperqueratose corresponde a um espessamento da parte mais superficial da epiderme …

Qualquer que seja o tipo de pele, alguns factores podem desencadear ou favorecer uma sensibilidade excessiva: a pele reage frequentemente onde não gostaríamos que se manifestasse nunca...no rosto.

The brand Eau thermale Avène

Como definir a hiperqueratose?

A hiperqueratose corresponde a um espessamento da camada mais superficial da epiderme...


A hiperqueratose corresponde a um espessamento da camada mais superficial da epiderme, designada por camada córnea. A este nível, as células estão fortemente carregadas de queratina, uma proteína que lhes confere um aspecto seco e muito duro. Em certos casos, ocorre endurecimento e secura da pele, com  acumulação anormal de queratina.


Quais as circunstâncias que dão origem à hiperqueratose?
A hiperqueratose é um fenómeno fisiológico adaptável que visa reforçar a resistência da epiderme através da produção acelerada de células fortemente queratinizadas. Por esta razão, andar descalço ou efectuar um trabalho manual intenso gera, de forma reflexa, um espessamento da planta dos pés e das palmas das mãos. Este fenómeno possui um efeito protector benéfico mas cria desconforto ao nível da superfície da pele que se tornou áspera, rugosa e sujeita a fissuras.


Se o stress físico for localizado (fricção sucessiva, apoio permanente numa zona circunscrita), a hiperqueratose surge com o aspecto de calosidade. O exemplo mais frequente é a calosidade de apoio plantar, relacionada com a pressão excessiva numa área cutânea muito pequena. As consequências são semelhantes às causada pelo contacto do pé com um objecto estranho.

 
Entre as patologias dermatológicas, a psoríase é aquela que, quase sempre, provoca zonas queratósicas. As placas típicas da doença, inicialmente vermelhas, cobrem-se de escamas espessas e muito densas, deixando a pele com aspecto de escamas. Esta verdadeira carapaça, além de inestética, provoca desconforto cutâneo e é também um obstáculo à penetração dos medicamentos anti-psoríase.


Como tratar a hiperqueratose?
Quando existe uma causa física (fricção, apoio anormal), deve, prioritariamente, suprimir este constrangimento.
A eliminação da hiperqueratose passa pela utilização de produtos hidratantes e emolientes, enriquecidos em activos que destruam os blocos de queratina. Estes activos queratolíticos são, principalmente, a ureia e o ácido salicílico. Segundo a espessura, a localização e a causa da hiperqueratose, utilizam-se concentrações variáveis destes ingredientes activos que se misturam em texturas muito ricas.
Para o tratamento da psoríase, a utilização destes queratolíticos permite a decapagem das lesões. Após a eliminação da hiperqueratose, a manutenção pode ser efectuada com dermocorticóides ou analogistas da
vitamina D.

Questions

Carnets experts

Enviar por email

Toda as peles tem diferentes necessidades,
encontre a sua rotina perfeita Eau Thermale Avène.

Comece Agora
  • Os melhores produtos para resolver os seus problemas de pele
  • Aceda aos seus produtos de eleição e informação sobre os mesmos
  • Registe as suas compras para podermos premiar a sua preferência
Registe-se agora

Busca em processamento Busca em processamento Busca em processamento

Login required

You must log into your Avène account to save this information.


Login or create an account