Luz azul

Sol

O que é a luz azul?

A luz azul é luz emitida principalmente pelo sol, mas também por fontes artificiais com lâmpadas LED ou fluorescentes compactas, como ecrãs de computador, smartphones, etc. No espectro "arco-íris" da luz visível, a luz azul está dividida em dois tipos muito diferentes de radiação.
 

 

Luz "azul-turquesa"

A luz "azul-turquesa" é reconhecida como sendo vital para o funcionamento do corpo. Este tipo de luz regula os nossos ciclos circadianos: contribui para o momento em que acordamos, adormecemos, bem como para o nosso bem-estar geral.

Luz "azul-violeta" 

A luz "azul-violeta" é a faixa do espectro visível que contém mais energia, daí o seu nome de "Luz Visível de Alta Energia" (HEV), e que é prejudicial para o corpo: acelera o envelhecimento das nossas células e precisamos de nos proteger dela. 

Luz azul: qual é a diferença entre o sol e os ecrãs?

A luz azul dos ecrãs não se compara à intensidade do sol, embora este tipo de luz esteja a tornar-se cada vez mais predominante na nossa vida quotidiana: somos expostos a ela mais cedo e durante mais tempo. A intensidade da luz do sol pode ser 1000 vezes superior à dos ecrãs e teria de passar 64 dias inteiros em frente do seu tablet para alcançar o equivalente a uma hora de exposição solar. Outra diferença é que no exterior, a pele está diretamente exposta ao sol, enquanto o olho só percebe o que é refletido pela luz.

1. Comparação usando dados de fluxometer.com
Intensidade da luz para um iPhone X: Luz azul (potência ponderada): 8,14 µW/cm2/dose de 1h = 0,0293 J/cm2
Intensidade da luz para um iPad4: Luz azul (potência ponderada): 5,45 µW/cm2/dose de 1h: 0,0196 J/cm2
Uma gota de água de nascente

Os efeitos da luz azul

Com a luz visível azul de alta energia, foi descoberto um novo inimigo da pele, talvez até mais prejudicial do que os UVA e UVB. Estes raios nocivos penetram ainda mais profundamente nas camadas da pele, atingindo a hipoderme. Com a sua energia intensa – que dá origem ao seu nome – a luz azul ataca todos os constituintes celulares: lípidos, proteínas e ADN. Estes raios só por si danificam as células da pele numa hora de exposição solar². Os danos são medidos a longo prazo, daí a necessidade absoluta, em termos de saúde pública, de se proteger desde a mais tenra idade e ao longo da vida. Mas estes não são os únicos efeitos da luz azul sobre o corpo. Outros estudos mostraram que esta luz azul-violeta leva à formação de espécies reativas tóxicas de oxigénio que afetam todos os constituintes das células da pele: lípidos, proteínas e ADN.

 

² Equivalente a 1 hora de exposição ao sol nas nossas latitudes no verão. Journal of Investigative Dermatology (2010) 130, 259 - 269; doi: 10.1038/jid.2009.194; publicado online a 13 de agosto de 2009)
av_solaires_schema_lumiere-bleue_spectre_16x9

Portanto, é razoável supor que a longo prazo, e especialmente à medida que o envelhecimento desgasta os mecanismos de defesa celular, a exposição da pele à luz de alta energia pode ter um efeito nocivo que aumenta o processo de envelhecimento e tem mesmo mecanismos cancerígenos. Além disso, a luz azul atua sobre o gene da pigmentação e estimula a atividade dos melanócitos. Isto agrava certas dermatoses ligadas ao funcionamento da melanina, como a máscara de gravidez ou a hiperpigmentação pós-inflamatória. Assim, a luz azul tem efeitos potencialmente ainda mais devastadores do que os UVA, especialmente na pele mais escura. 

av_solaires_schema_lumiere-bleue_effets_nefastes_16x9
1. Oxidação celular: aumento do risco de mutação em genes-chave. ALTERAÇÃO DE ADN 

ACONSELHAMENTO AMIGÁVEL E ESPECIALIZADO

A solução dermatológica contra a luz azul

A inovação da Eau Thermale Avène contra a luz azul: o novo filtro solar TriAsorb™

Para combater os efeitos da luz azul sobre a pele, os Laboratórios Eau Thermale Avène desenvolveram uma nova tecnologia revolucionária: o filtro TriAsorb, inspirado no poder fotoprotetor natural da melanina.
 

O filtro TriAsorb™ permite que os fotorrecetores trabalhem na parte azul-turquesa da luz, exatamente como a melanina, de modo a não interferir com a fisiologia do corpo.

ACONSELHAMENTO AMIGÁVEL E ESPECIALIZADO

Como é que funciona na prática?

A melanina, que é uma função do fotótipo de cada indivíduo, é responsável por proporcionar naturalmente à pele a fotoproteção certa. Protege contra os efeitos agudos dos raios solares numa base diária – como as vermelhidões ou irritações provocadas pela exposição ao sol – mas também contra os efeitos a longo prazo, como o fotoenvelhecimento e os cancros da pele. Também protege contra a luz visível azul de alta energia. Inspirado por esta função única, o TriAsorB™ proporciona à pele uma fotoproteção muito ampla e eficaz e reflete a parte nociva do espectro solar, que inclui os UVB, UVA curtos, UVA longos, mas também a luz visível azul de alta energia.
 

Uma gota de água de nascente

Uma fórmula que cumpre o duplo compromisso da Avène de respeitar a pele e o ambiente
 

O novo filtro TriAsorB™ está em linha com a abordagem de Cuidado Consciente dos dermocosméticos Pierre Fabre. Útil, bem pensada e ética, esta abordagem visa formular ingredientes ativos cada vez mais respeitadores da pele e do ambiente. 
 

Uma fórmula segura 

O novo filtro TriAsorB™ é uma molécula orgânica que foi espalhada na fórmula. A técnica utilizada para adicionar o filtro garante a sua segurança. Graças ao TriAsorB™, conseguimos a proeza de reduzir a proporção de filtros no novo Intense Protect 50+3 em cerca de 10%, mantendo a proteção de alta qualidade.

Foram realizados quatro anos de trabalho e 30 estudos toxicológicos para provar a segurança do filtro. O filtro ultra seguro TriAsorB™ permanece na superfície da pele, quer a pele seja saudável ou sedenta.

3 Os testes mostram evidências de que o filtro protege o ADN celular de danos causados por stress UV.4

3. Aplicação tópica (5 mg.cm-2) Medidas realizadas em explantes de pele humana.
3 modelos utilizados: Pele saudável/ Pele saudável e submetida a radiação/Pele deficiente e submetida a radiação
4. Aplicação tópica (2 mg.cm-2) Medidas realizadas sobre epiderme reconstruída – modelos foliculares. Stress: exposição aguda aos raios UV. Quantificação dos danos no ADN (por análise LC/MS [cromatografia líquida/espectrometria de massa])
 

Respeito pelo ambiente

Os Laboratórios Eau Thermale Avène continuam com a sua abordagem ambientalmente responsável e o seu compromisso de limitar o impacto dos filtros solares nos oceanos. O novo filtro TriAsorB™ foi submetido a numerosos testes em condições experimentais que provaram que não era tóxico em 3 espécies-chave da biodiversidade marinha: uma espécie de coral, uma espécie de fitoplâncton e uma espécie de zooplâncton.

 

CUIDADO SOLAR

CUIDADO SOLAR

Intense Protect 50+

  • O produto de proteção solar de espectro ultralargo satisfaz os mais elevados requisitos da pele, minimizando ao mesmo tempo o nosso impacto no ambiente.
  • 95,3% de redução dos danos no ADN induzidos pela luz azul¹ 

¹ Teste in vitro. Aplicação tópica (2 mg.cm-2) Medidas realizadas sobre epiderme reconstruída. Stress: exposição simulada à luz azul. Quantificação dos danos do ADN oxidativo através de análise imuno-histoquímica.

CUIDADO SOLAR